quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Desorganização sentimental




Acordar com estômago vazio e a cabeça cheia

Necessidade urgente de uma reorganização.
Olho pros lados e ta tudo uma bagunça,
Tudo fora do lugar.

Jogo pra cima, rasgo no meio, essas dúvidas que bagunçam tudo e não deixa enxergar as respostas a se dar...
Quando acho então, me vêem atitudes impensadas:
Com uma faca afiada, corto seu pescoço.
Mas ela se recompõe, sete cabeças. Nenhum coração.
Preciso de uma lavagem estomacal, cerebral, sentimental... Sei lá!

Qualquer coisa diferente que me ajude a
Reinventar-me, moldar quem
sabe, com fôrmas de menos defeitos.

Banhar-me em uma chuva com gotas salgadas
das mais esquecidas lágrimas,
Que esperaram por tanto tempo para
derramar.

Mas em vez disso, o que me vêm
exibidas, assim mostrando sua face sarcástica
 uma verdade que não tem o que vestir,
Ela é desse jeito mesmo, nua e crua.
Despida de qualquer pudor.

Abro o armário de consolações, mas
não encontro nenhuma que sirva,
Conformo-me, então espero outra
chuva chegar.

(Michelle Saimon)