quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Rock Star


Ah, meu querido!
Eu sou apenas mais uma garotinha inocentemente suja
Que pensa que há algum lugar pra ela nesse inferno social.
Tenho uma solidão inútil que não serve nem pra me dar um copo d’água
Esse lápis de olho borrado simboliza toda minha vida,
E eu só desejaria saber o que eu realmente queria.
Mas sabe, qualquer dia desses eu esbarro nessa vontade
Sem pressa, sem pressão
Poeticamente frágil, me desmanchando em lágrimas e milagrosamente viro forte.
Por vezes triste, daqui a dois minutos alegre
Como posso me arrepender?
Desculpe querido, mas agora eu sou uma Rock Star.
Michelle Saimon