quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Inquietude



A pia já andava pingando mais demências que minha sanidade. E eu, eu não precisava escutar mais um monte de issos e aquilos, não suportava mais adentrar em sonhos loucos, não suportava de tal modo que sempre repetia as doses.
E essa música alta que já nem ouço mais? Danço o silêncio meu bem. Promovo bailes de melancolia no escuro oscilante de minha própria perturbação. Rodopiando, oscilando sem nem saber por que nem pra quê, mas afinal acho que nem importa agora. E é que finalmente redescobri que já nem sei o que quero.
Outra vez.